Mãos à Escrita
Jornal do Agrupamento Professor João de Meira
Pesquisa

AULA PRÁTICA INESQUECÍVEL!
Por Maria João Mota Prego Cotter (Professora), em 2015/04/20439 leram | 0 comentários | 122 gostam
Bicho-da-seda – Metamorfoses
O Sr. Joaquim Gonçalves, Assistente Operacional, explicou aos alunos todo o processo de metamorfoses do bicho-da-seda, com conhecimentos que adquiriu não somente pela sua prática, mas também pela pesquisa que fez.
O bicho-da-seda, enquanto larva/lagarta, é um animal muito voraz. Quando nasce, tem dois mm. Durante quarenta e dois dias, ele come sistematicamente, sofre cinco mutações e o peso aumenta dez mil vezes.
O tamanho do bicho-da-seda atinge os cinco centímetros. Nesta fase, começa a construir o casulo, feito com muitos metros de fio de seda. O casulo demora três semanas a ser elaborado. Deste casulo sai a borboleta. As borboletas femininas conseguem pôr, em média, de trezentos a seiscentos ovos, em quinze dias. Os ovos devem ficar guardados a uma temperatura entre os vinte e os vinte e três graus centígrados. Os bichos-da-seda têm origem no norte da China, há mais de cinco mil anos. Vieram para a Europa através de dois monges, na era Cristã.
A empresa que fabrica a seda chama-se «sericicultura».
Na aula de Ciências Naturais, fizemos uma aula prática, na qual vimos diferentes fases de desenvolvimento do bicho-da-seda e os mesmos a comer folhas de amoreira da escola sede do nosso agrupamento. Esta árvore tinha sido oferecida ao Clube de Jardinagem da nossa escola!

Alunos do 5º G


Comentários

Escreva o seu Comentário