Mãos à Escrita
Jornal do Agrupamento Professor João de Meira
Pesquisa

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência
Por Emilia Lemos (Professora), em 2015/01/04400 leram | 0 comentários | 134 gostam
Comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, no Centro Cultural Vila Flor, no dia 10 de novembro de 2014.
A nossa turma, 4º C, no passado dia 10 de dezembro de 2014, pelas 10 horas, esteve presente num espetáculo, no âmbito das comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.

Várias instituições e escolas do concelho subiram ao palco num projeto denominado de “Diferentes vozes pela promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência”.

O programa constava de uma apresentação do Agrupamento de Escolas de Abação “ Um Breve Olhar Especial sobre 2013/2014” e de uma peça chamada “Momentos Musicais Especiais” – música popular portuguesa.

A CERCIGUI (Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados do Concelho de Guimarães) apresentou vários números muito bonitos: “Thea&Dance”; Quebra-Emoções e os Super-Heróis.

A APCG (Associação de Paralisia Cerebral do Concelho de Guimarães), presenteou-nos com uma peça muito divertida “Sorriso”.

Seguiu-se o Agrupamento de Escolas Fernando Távora com uma demonstração de tiro ao arco e a poesia “Todas as folhas são diferentes”.

Assistimos, ainda, à apresentação de uma peça pelo Lar Residencial Alecrim do CAO da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães e “Música, Movimento e Drama” pela AIREV (Associação para a integração e Reabilitação Social de Crianças e Jovens Deficientes de Vizela).

Finalmente, chegou o momento que mais ansiávamos, a apresentação do nosso agrupamento, com a peça das "Black Angels" do Grupo de Dança da João de Meira.
Na verdade, todos nós gostámos de todas as apresentações, as músicas eram muito bonitas e atuais e o apresentador era também muito divertido.

Regressámos à escola, felizes por termos participado num momento tão importante para a vida das pessoas incapacitadas, mas que nos mostraram que todos somos iguais na diferença.


Texto Coletivo do 4º C – Prof. Emília Lemos

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário