Mãos à Escrita
Jornal do Agrupamento Professor João de Meira
Pesquisa

Entrevista ao grupo de polacos
Por Maria Carvalho (Professora), em 2014/10/23402 leram | 0 comentários | 137 gostam
Segue a entrevista realizada ao grupo de professores polacos que visitaram o nosso Agrupamento, entre os dias 19 e 23 de outubro, no âmbito de uma Visita de Estudo Internacional, a fim de conhecer o trabalho desenvolvido pela educação especial.
1.Qual foi a vossa primeira impressão da Escola EB 2,3 João de Meira?

Ficamos muito surpreendidos com a atmosfera amigável que prevaleceu durante toda a visita. Gostamos de apreciar a comida local e da atuação do Coro local. Também gostamos do edifício moderno e espaçoso da escola. A enorme área exterior impressionou-nos bastante. Mas não foi somente isto que nos impressionou. O mais importante foi a vossa simpatia e “coração aberto” que fez com que nos sentíssemos extremamente confortáveis.

2.O que aprenderam acerca da forma como a nossa escola trabalha com os alunos de NEE?

Foi possível ver que a escola se esforça imenso no trabalho que faz com os alunos de NEE, ultrapassando as barreiras económicas e sociais. Gostámos de ver o trabalho dos assistentes do professor que na Polónia é raro. Ficamos a conhecer o sistema educativo inclusivo português e os apoios aos alunos da educação especial. Pudemos observar o carinho com que se trata das necessidades físicas ou psíquicas dos alunos. Ficámos realmente impressionados com a entrega e a sensibilidade reveladas pelos funcionários da escola, bem como com as atividades integradoras da escola do 1º ciclo.


3.Após a visita à nossa escola e de conhecer o trabalho desenvolvido com os alunos de NEE, diriam que eles estão realmente integrados? Porquê/Porque não?

Pensamos que os alunos são mesmo uma parte integrante de uma equipa de sala de aula. Apreciamos a forma como os alunos “saudáveis” ajudavam os alunos com deficiência. Tal como os encarregados de educação referiram, os seus filhos são uma parte importante da comunidade escolar.

4.Como descreveriam a relação entre os membros do vosso grupo?

O nosso grupo está bem integrado e cada um entende as necessidades dos outros. Viagens em conjunto ajudam na nossa integração. Ficamos a conhecer-nos melhor num ambiente/contexto diferente.


5.Como descreveriam a relação estabelecida entre o vosso grupo e o grupo anfitrião?

O bom entendimento surgiu logo desde o primeiro momento. Houve um sentimento comum de compreensão. Apesar das diferenças culturais e linguísticas, todos partilhamos das mesmas opiniões sobre como trabalhar com alunos com deficiência. A nossa relação foi muito aberta e compreensiva. Estávamos curiosos acerca do vosso trabalho e pensamos que ficaram sentimentos de amizade e entendimento mútuos.


6.A visita valeu a pena?

A nossa visita foi muito bem-sucedida, uma vez que tivemos a oportunidade de ver o trabalho com alunos com deficiência, num país estrangeiro. Estamos impressionados com a vossa atitude profissional. A visita foi muito bem organizada. Admiramos o vosso esforço. Esperamos poder colaborar novamente no futuro. Iremos relembrar esta visita por muito tempo. Levaremos o conhecimento que adquirimos aqui aos nossos colegas na Polónia.

A Professora,
Rosário Carvalho

Mais Imagens:

Comentários

Escreva o seu Comentário