Mãos à Escrita
Jornal do Agrupamento Professor João de Meira
Pesquisa

À procura do tesouro na biblioteca misteriosa
Por Manuela Ribeiro (Professora), em 2014/06/09454 leram | 0 comentários | 144 gostam
Este texto foi realizado pela aluna Alexandra Peixoto, do 6º ano turma E.
À procura do tesouro na biblioteca misteriosa

Naquele verão, fui acampar numa quinta enorme onde havia um casarão isolado. Mal cheguei, pensei logo na aventura do dia seguinte: descobrir o que estava no seu interior.
E logo de manhã, ao entrar lá dentro, reparei logo na enorme escadaria que levava a uma grande biblioteca, com muitos, muitos livros. Fiquei deslumbrada a olhar para aquelas paredes forradas de livros. Nunca tinha visto tantos! Aproximei-me e peguei num: Os cinco na ilha do tesouro. Precisamente o livro que eu estava a ler.
De repente, aparece-me uma menina que me perguntou se eu andava à procura de um tesouro. Reconheci-a logo: com o seu cabelo curto, o seu ar de Maria-rapaz e o seu mau humor, só podia ser a Zé dos Cinco! Mas para mim foi simpática:
- Andas à procura do tesouro?
- Quem és tu? Que tesouro é esse? - Perguntei eu.
 Eu sou a Zé e aqui há um tesouro escondido. Há dois anos que ando a procura dele queres vir comigo procurar o tesouro?
- Quero sim, tens alguma pista? – Perguntei eu de novo.
- Sim, encontrei um mapa que nos leva ao tesouro, mas nunca percebi o que significam estes riscos.
- Posso ver? Vamos seguir as pistas por ordem.
E lá fomos; eram corredores longos e estranhos que até metiam medo. Passaram cinco dias; finalmente chegámos à última pista, onde havia um X. Pensei que fosse onde estava o tesouro escondido. Mas entramos ainda noutra biblioteca repleta de livros e um pouco escura.
- O quê? Este é que é o tesouro?
- Sim, este é o verdadeiro tesouro. A sabedoria e o conhecimento estão nos livros- explicou-me a Zé – é por isso que ler é muito importante.
Fiquei surpreendida e quando ia abrir a boca a Zé entrou para outro livro.
- Adeus, agora já conheces o meu tesouro! Não contes a ninguém!

Alexandra Peixoto, 6º E


Comentários

Escreva o seu Comentário