Mãos à Escrita
Jornal do Agrupamento Professor João de Meira
Pesquisa

CAMPANHA DO LAÇO AZUL
Por Manuela Ribeiro (Professora), em 2015/06/09692 leram | 0 comentários | 113 gostam
Este projeto foi acolhido com entusiasmo por toda a comunidade escolar e local, visando criar uma ponte (um laço) entre ambas, de modo a proteger as crianças e jovens e promover o cumprimento dos seus direitos.
Campanha do Laço Azul
Esta campanha teve como objetivos consciencializar a Comunidade Escolar e os Encarregados de Educação relativamente à prevenção de maus-tratos a crianças e promover e proteger os direitos infantis.

O trabalho de todos os envolvidos foi divulgado e partilhado através de um laço gigante simbólico exposto na nossa escola.

A Coordenadora do Subdepartamento de EV e ET solicitou aos professores que pensassem num projeto de dinamização da campanha «Laço Azul», um projeto comunicado via e-mail pela CPCJ — Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Guimarães, uma iniciativa que tem por finalidade despertar a consciência do público em geral para os maus-tratos a crianças e respetiva prevenção, bem como a promoção e proteção dos direitos infantis.
Este projeto contou com as seguintes colaborações:
•A Comunidade Escolar.
•A Associação de Pais, que prontamente de disponibilizou para participar.
•A Fraterna – Centro Comunitário de Solidariedade e Integração Social, com os seus idosos e crianças que fizeram laços e vieram trazê-los à escola.
•Os Diretores de Turma do 2º ciclo.
•A disciplina de Educação para a Cidadania, em que os alunos, depois de se inteirarem da origem deste projeto, criaram um grande número de laços (em cartolina azul a partir de um molde) que foram depois colados a uma rede também pintada de azul.

Os professores e alunos de Educação Visual (EV) e Educação Tecnológica (ET) concluíram o projeto, que foi divulgado na nossa Escola a 15 de maio de 2015, Dia Internacional da Família. Com as duas turmas do 5º E e 5º D, as professoras Júlia Faria, Conceição Rodrigues e Fernanda Salgado realizaram no pátio da escola uma "performance" em círculo, no âmbito da qual os alunos proferiam palavras opostas ao termo «Violência» e levantavam o laço que tinham na mão. De seguida, um grupo de alunos distribuiu laços com uma breve explicação do objetivo deste projeto nas lojas existentes na rua onde se situa s escola. Também foram distribuídos laços no interior da escola, nomeadamente aos elementos da direção, da secretaria e de outros espaços.
Os objetivos do projeto foram, pois, concretizados com a valiosa colaboração dos vários intervenientes, fazendo assim jus ao mote de que «Nenhum de nós é melhor que nós todos juntos.»


Alguns depoimentos das entidades e elementos colaboradores:

Fraterna:
«Agradeço a simpatia com que fomos recebidos, ficámos encantados convosco. Esperamos por futuras iniciativas. Parabéns pelo vosso trabalho.»
– Virgínia Macedo

Associação de Pais:
«Tivemos alguns e-mails de pais a perguntarem onde podiam adquirir o material e também a felicitar a sua iniciativa.»

«Afixámos na vitrina da APEEJM a informação sobre a campanha do laço azul e vou novamente reforçar o pedido por e-mail aos associados, a informar que podem entregar os mesmos também na reunião de entrega das notas do 2º período. Entretanto, uma mãe veio ter comigo e disse-me que trabalhava num lar de dia da Terceira Idade e que gostaria de colaborar nesta campanha elaborando laços com todos os utentes desse lar. Perguntou se podiam ir depois ver a exposição na escola, pois gostavam de ver o laço. Disse-lhe que de certeza não haveria nenhum problema da parte da escola, pois trata-se, inclusive, de um "assunto" em que todos devemos colaborar. Já tenho alguns laços comigo.»
– Cláudia Fernandes


A Professora,
Júlia Faria


Comentários

Escreva o seu Comentário